Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
HOUVE UM TEMPO EM QUE O REI DA SÍRIA SEMPRE TENTOU ENTRAR EM COMBATE COM OS ISRAELITAS. O REI QUERIA QUE OS ISRAELITAS SE TORNASSEM SEUS ESCRAVOS.
ASSIM ELE ORDENOU AO SEU EXÉRCITO QUE MONTASSE ACAMPAMENTO ONDE QUER QUE OS ISRAELITAS ESTIVESSEM.
MAS, O PLANO DO REI NUNCA DAVA CERTO PORQUE ENTRE OS ISRAELITAS TINHA UM HOMEM QUE ERA FIEL A DEUS.
ESSE HOMEM ERA O PROFETA ELISEU E ELE SEMPRE ENCONTRAVA UMA MANEIRA DE AVISAR O REI DE ISRAEL SOBRE OS ATAQUES QUE O REI INIMIGO ESTAVA PLANEJANDO FAZER CONTRA O SEU POVO. ASSIM COM SEUS PLANOS REVELADOS PELO PROFETA ELISEU O REI DA SÍRIA NUNCA CONSEGUIA INVADIR ISRAEL.
ENTÃO, O REI INIMIGO MANDOU QUE DESCOBRISSEM QUEM ERA O ESPIÃO QUE CONTAVA OS SEUS PLANOS DE ATAQUE AO REI DE ISRAEL.
ENTÃO QUANDO ELE DESCOBRIU QUE O ESPIÃO ERA O PROFETA ELISEU ORDENOU AO SEU PODEROSO EXÉRCITO MARCHASSE ATÉ A CIDADE ONDE VIVIA ELISEU PARA PRENDÊ-LO.
ASSIM, O EXÉRCITO INIMIGO MARCHOU SEISCENTOS E QUARENTA E SETE QUILÔMETROS ATÉ CHEGAR A CASA DE ELISEU.
DEPOIS DE PASSADAS ALGUMAS HORAS QUE O EXÉRCITO DO REI DA SÍRIA HAVIA ENTRADO NA CIDADE EM QUE ELISEU MORAVA, UM SERVO QUE ERA DE SUA CONFIANÇA AVISTOU QUE A CIDADE ESTAVA CERCADA POR MUITOS SOLDADOS INIMIGOS.
ENTÃO, ELE FICOU TREMENDO DE TANTO MEDO QUE ESTAVA SENTINDO E IMEDIATAMENTE COMEÇOU A GRITAR E OS SEUS GRITOS ATERRORIZANTES ACORDARAM ELISEU QUE ESTAVA DORMINDO NAQUELE INSTANTE.
ENTÃO, ELISEU SAIU PARA A RUA E PERGUNTOU:
- O QUE ESTÁ ACONTECENDO MEU BOM SERVO?
- OS SOLDADOS INIMIGOS CERCARAM A CIDADE! O QUE SERÁ FEITO A NÓS?
ENTÃO, O SÁBIO PROFETA PEDE AO SERVO PARA SE ACALMAR E LHE RESPONDE:
- MEU FIEL COMPANHEIRO NÃO HÁ MOTIVO PARA SE PREOCUPAR, POIS A MAIS PESSOAS DO NOSSO LADO DO QUE DO LADO DELES.
E O SERVO ASSUSTADO PERGUNTA:
- COMO O SENHOR PODE AFIRMAR ISSO COM TANTA CONFIANÇA?
ENTÃO, NESSE MOMENTO, DEUS ENTRA EM AÇÃO FAZENDO COM QUE O SERVO DE ELISEU ENXERGASSE ALGO MARAVILHOSO.
ELE VIU QUE AS MONTANHAS EM VOLTA DA CIDADE ESTAVAM COMPLETAMENTE TOMADAS POR MUITOS CAVALOS E CARRUAGENS DE FOGO,
ENTÃO, ELE SE AJOELHOU EM AGRADECIMENTO A DEUS.
ENQUANTO ISSO OS SOLDADOS SE APROXIMARAM DE ELISEU PARA PRENDÊ-LO, MAS, ELE SE JUNTOU AO SEU SERVO E SE AJOELHOU TAMBÉM E COMEÇOU A ORAR PARA QUE DEUS FIZESSE QUE OS SOLDADOS INIMIGOS FICASSEM CEGOS.
DEUS, OUVINDO O CLAMOR DE ELISEU FEZ COM QUE OS SOLDADOS FICASSEM CEGOS POR ALGUMAS HORAS.
DE REPENTE, AS SUAS VISTAS FICARAM ESCURECIDAS E ISSO FEZ COM QUE OS SOLDADOS FICASSEM CONFUSOS E SEM SABER ONDE ESTAVAM.
ENTÃO, ELISEU AGRADECEU A DEUS E CORREU ATÉ ONDE OS SOLDADOS SE ENCONTRAVAM E DISSE:
- O HOMEM QUE PROCURAM NÃO MORA AQUI. VOCÊS VIERAM PARA A CIDADE ERRADA, MAS, EU VOU LEVÁ-LOS ATÉ O HOMEM QUE ESTÃO PROCURANDO.
E OS SOLDADOS RESPONDERAM:
- ACHO QUE NÃO AGUENTAREMOS CAMINHAR POR MUITO MAIS TEMPO, POIS JÁ CAMINHAMOS SEISCENTOS E QUARENTA E SETE QUILÔMETROS E ALÉM DISSO, ESTAMOS CEGOS E CANSADOS.
ENTÃO, ELISEU MAIS UMA VEZ SE OFERECEU PARA GUIÁ-LOS ATÉ O HOMEM QUE ESTAVAM PROCURANDO.
ENTÃO, ELISEU CONDUZIU O EXÉRCITO CEGO ATÉ A CIDADE DE SAMARIA ONDE O REI DE ISRAEL REINAVA
QUANDO ELES CHEGARAM À CIDADE, OS SOLDADOS INIMIGOS VOLTARAM A ENXERGAR NOVAMENTE E VIRAM QUE ESTAVAM DIANTE DO REI DE ISRAEL PERCEBERAM QUE JÁ NÃO PODIAM FAZER MAIS CAPTURAR ELIAS E LEVÁ-LO AO SEU REI NA SÍRIA.
ENTÃO, O REI PERGUNTOU PARA ELISEU:
- O QUE QUER QUE EU FAÇA COM ESSES SOLDADOS INIMIGOS? EU DEVO MATÁ LOS OU DEIXA-LOS IREM EMBORA?
DIANTE DA PERGUNTA DO REI PARA ELISEU. OS SOLDADOS INIMIGOS COMEÇARAM A SE AMEDRONTAR, POIS, PENSARAM QUE ELISEU CERTAMENTE IRIA PEDIR AO REI QUE OS MATASSEM COMO VINGANÇA.
MAS, ELISEU OS SURPREENDEU E DISSE AO REI:
- MAJESTADE, NÃO MATE ESSES SOLDADOS, POIS O VERDADEIRO CULPADO É O REI INIMIGO E ELES SÓ ESTÃO CUMPRINDO AS ORDENS DADAS POR ELE. ENTÃO, PEÇO QUE DÊ COMIDA E ÁGUA PARA ELES E OS DEIXE IREM EMBORA DE VOLTA PARA A SUA TERRA.
- ENTÃO, O REI DE ISRAEL QUE TINHA ELISEU COMO SEU CONSELHEIRO E CONFIAVA TOTALMENTE NAS SUAS SÁBIAS PALAVRAS, ORDENOU AO COZINHEIRO REAL QUE PREPARASSE UM GRANDE BANQUETE PARA QUE OS SOLDADOS INIMIGOS SACIASSEM A FOME.
ENTÃO, DEPOIS QUE OS SOLDADOS INIMIGOS HAVIAM SACIADO A FOME, O REI ORDENOU QUE ELES FOSSEM EMBORA DE ISRAEL
ENTÃO, DESSE DIA EM DIANTE, NUNCA MAIS O REI DA SÍRIA SE ATREVEU A ATACAR A TERRA DE ISRAEL, POIS, SABIA QUE ERA IMPOSSÍVEL QUE O SEU EXÉRCITO  CONSEGUIRIA PRENDER ELISEU E TÃO POUCO CONQUISTAR A TERRA DE ISRAEL, POIS, O REI INIMIGO RECONHECEU ATRAVÉS DE ELISEU, A SABEDORIA E O PODER DO SOBERANO DEUS, O CRIADOR DO CÉU E DA TERRA.
 
 
 
 

 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 05/05/2020
Alterado em 11/05/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC