Contos doTio-Avô
"Quem escreve um livro cria um castelo, quem o lê mora nele".
Textos
HOUVE UM TEMPO EM QUE AKUANDUBA, O CACIQUE DA TRIBO DOS ÍNDIOS ARARAS FICOU MUITO PREOCUPADO, POIS, NEM OS GUERREIROS, AS MULHERES E OS CURUMINS OBEDECIAM AS SUAS ORDENS POR MAIS QUE ELE TOCASSE A SUA FLAUTA. O SOM DA SUA FLAUTA ERA UM AVISO DE QUE A TRIBO HAVIA PERDIDO O RESPEITO ENTRE SI E MUITAS BRIGAS COMEÇARAM A AMEAÇAR A PAZ E A TRANQUILIDADE DA TRIBO DO POVO ARARAS.
ENTÃO, POR CAUSA DOS DESENTENDIMENTOS DIÁRIOS E DA REBELDIA DE ALGUNS GUERREIROS EM NÃO CUMPRIR AS ORDENS DADAS PELO SÁBIO CACIQUE AKUANDUBA, COMEÇARAM A SENTIR OS EFEITOS DA SUA DESOBEDIÊNCIA NA PRÓPRIA PELE, POIS, ELES ESTAVAM VIVENDO NUMA ÉPOCA EM QUE NO MUNDO SÓ HAVIA O CÉU E A ÁGUA E SOMENTE UMA CASCA DURA QUE SERVIA DE CHÃO SEPARAVA O CÉU DA ÁGUA.
TODOS OS SERES HUMANOS NO COMEÇO DO MUNDO AINDA ERAM ESTRELAS COMANDADAS POR AKUANDUBA QUE OBEDECIA TODOS OS MANDAMENTOS ESTABELECIDOS PELO CRIADOR DO CÉU E DA ÁGUA NO COMEÇO DA CRIAÇÃO DO MUNDO. SÓ QUE AS ESTRELAS CADA VEZ MAIS IGNORAVAM O TOQUE DA FLAUTA PARA QUE A ORDEM E A PAZ VOLTASSEM A REINAR NA TRIBO DOS ÍNDIOS ARARAS.
AS ESTRELAS CONTINUARAM A BRIGANDO, RECLAMANDO E FICANDO MAIS EGOÍSTAS.
ELAS NÃO CONVERSAVAM MAIS E NEM SE  IMPORTAVAM COM OS CONSELHOS QUE AKUANDUBA SABIAMENTE DAVA DIARIAMENTE PARA AQUELAS BRIGUENTAS ESTRELINHAS.
ELAS SÓ QUERIAM SABER DE COMER, BEBER, BRINCAR E DORMIR. ATÉ QUE O CRIADOR DO UNIVERSO SE ENTRISTECEU COM A MÁ ATITUDE DAS SUAS ESTRELINHAS E DECIDIU ROMPER AQUELA CASCA DURA QUE AS MANTINHAM NO CÉU E COM ISSO TODAS CAÍRAM NA ÁGUA.
AKUANDUBA QUE ERA UM BOM SERVO PARA DEUS ORAVA PARA DEUS FAZER COM QUE AS ESTRELAS QUE NAQUELE MOMENTO ESTAVAM SEM CHÃO VOLTASSEM A OBEDECER AOS MANDAMENTOS DO CRIADOR PARA QUE A PAZ VOLTASSEM A REINAR ENTRE OS GUERREIROS, AS MULHERES E OS CURUMINS PARA QUE A ORDEM E A ORGANIZAÇÃO DA ALDEIA FOSSEM RESTABELECIDAS.
MAS, ELAS, MESMO SENDO EXPULSAS DO CÉU CONTINUARAM TEIMANDO EM DESOBEDECER O TOQUE DA FLAUTA ENVIADO PELO CACIQUE AKUANDUBA, ENTÃO, ELAS PASSARAM A VIVER DO LADO DE FORA DA CASCA QUE ERA A FAIXA ONDE ESTAVA A ÁGUA. ALI, ERA UMA FAIXA EM QUE SÓ HAVIA DESORDEM, POIS, COM A TEIMOSIA DAS ESTRELAS EM INSISTIR COM AS BRIGAS E DESENTENDIMENTOS FIZERAM COM QUE O CÉU FICASSE BEM LONGE DA ÁGUA QUE SE CONTAMINOU POR CAUSA DO DESEQUILÍBRIO QUE AS PRÓPRIAS ESTRELAS PROVOCARAM POR CAUSA DAS SUAS BRIGAS DIÁRIAS.
ASSIM, NA FAIXA AQUÁTICA SÓ HAVIA ESPAÇO PARA AS MALDADES, INTRIGAS E MUITA TRISTEZA.
POR MAIS QUE O BONDOSO AKUANDUBA TENTASSE TRAZER DE VOLTA A HARMONIA ENTRE AS ESTRELAS, ELE NÃO CONSEGUIA, POIS, O EGOÍSMO, A INVEJA E A MALDADE HAVIAM TOMADO CONTA DELAS.
 AS ESTRELAS REBELDES SÓ QUERIAM DE GUERREAR ENTRE ELAS FAZENDO COM QUE A UNIÃO ENTRE O CÉU E A ÁGUA FOSSE AMEAÇADA PARA SEMPRE.
COM ISSO, AKUANDUBA VIU COM GRANDE TRISTEZA, MUITOS VELHOS E CURUMINS PERDEREM A VIDA, POIS, FORAM AFOGADOS COM O ROMPIMENTO DA CASCA DURA, PROVOCANDO-LHES  UMA LONGA QUEDA DO CÉU ATÉ CAIR NAS FORTES QUE CORRENTEZAS QUE OS SUGARAM PARA DENTRO DA ÁGUA PARA NUNCA MAIS VOLTAREM A VER A LUZ DA LUA SOLITÁRIA NO CÉU.
MAS, O CRIADOR DO UNIVERSO, FEZ COM QUE OS VELHOS E OS CURUMINS VOLTASSEM A SER ESTRELAS, ENTÃO, SOBRARAM APENAS ALGUNS GUERREIROS E POUCAS MULHERES NA TRIBO DO CACIQUE AKUANDUBA.
E MAIS UMA VEZ PARA A TRISTEZA DE AKUANDUBA, ESSES ÍNDIOS COM A MALDADE TOMANDO OS SEUS CORAÇÕES ACABARAM SENDO TRANSFORMADOS EM ÍNDIOS INIMIGOS DO POVO DA TRIBO DE AKUANDUBA.
OS INIMIGOS DO SÁBIO AKUANDUBA FIZERAM COM QUE ELE FOSSE APRISIONADO E TRANSFORMADO EM UMA FEROZ ONÇA PRETA.
MAS, O CRIADOR DO UNIVERSO, DEU MAIS UMA NOVA OPORTUNIDADE PARA QUE ELES VOLTASSEM A SEGUIR OS SEUS MANDAMENTOS E ASSIM ENVIOU O BICHO PREGUIÇA PARA ALIVIAR O SOFRIMENTO DESSES POUCOS ÍNDIOS QUE SOBRARAM DESDE QUE A CASCA DURA FOI ROMPIDA. A PREGUIÇA ENVIOU-LHES A PRIMEIRA FESTA DESTINADA A TRAZER-LHES NOVOS CURUMINS. ELA TAMBÉM LHES ENSINOU A FAZER FLAUTAS, A CANTAR, A TECER E TROUXE ANIMAIS QUE SERVIRIAM DE ALIMENTOS PARA SACIAREM A FOME. TUDO ISSO, COM A PERMISSÃO DO CRIADOR DO UNIVERSO.
ENTÃO, OS ÍNDIOS QUE SOBREVIVERAM TIVERAM QUE APRENDER A FAZER UM NOVO RECOMEÇO NAS SUAS VIDAS.
ASSIM O CÉU E A ÁGUA VOLTARAM A FICAREM PRÓXIMOS, POIS, A CASCA DURA QUE ERA UMA ESPÉCIE DE CHÃO ENTRE ELES, FOI CONSERTADA NOVAMENTE.
 AKUANDUBA COM A VOLTA DA ORDEM E DA PAZ NA SUA TRIBO DEIXOU DE SER UMA ONÇA E CONTINUOU TOCANDO A SUA FLAUTA TODA VEZ QUE AS SUAS ESTRELAS SE ESQUECESSEM DE OBEDECER AOS MANDAMENTOS QUE O CRIADOR DO UNIVERSO ESTABELECEU PARA MANTER A ORDEM E A PAZ NO MUNDO.

 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 21/04/2020
Alterado em 11/05/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos reservados a Saulo Piva Romero  
 
*As ilustrações que dão mais brilho aos contos do site são meramente ilustrativas e sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC