Contos doTio-Avô
"Quem escreve um livro cria um castelo, quem o lê mora nele".
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


HOUVE UM TEMPO EM QUE PING E PONG PERDERAM OS PAIS E FICARAM ÓRFÃOS. ELES NÃO TINHAM MAIS FAMILIARES PARA CUIDAREM DELES. PING E PONG ERAM IRMÃOS GÊMEOS QUE SE AMAM MUITO.
E APESAR DE PERDEREM OS PAIS AINDA CRIANÇAS, POIS, PING ERA UM MENINO QUE TINHA APENAS CINCO ANOS E SUA IRMÃ PONG QUE ESTAVA COM SEIS ANOS, ELES NUNCA DEIXARAM DE SER FELIZES E BRINCALHÕES.
MAS, COM O DESAPARECIMENTO DOS PAIS, ELES TIVERAM QUE IR MORAR NUM LUGAR EM QUE PASSARAM A CONVIVER COM MUITOS VELHINHOS.
O NOVO LAR EM QUE PING E PONG FORAM MORAR ERA UMA MISTURA DE ESCOLA E ASILO AO MESMO TEMPO.
QUANDO PING E PONG CHEGARAM LÁ, OS VELHINHOS E AS DEMAIS CRIANÇAS OS RECEBERAM COM MUITO AMOR E CARINHO E ELES RETRIBUÍRAM DISTRIBUINDO SORRISOS ACOLHEDORES E TRANSMITINDO ESPERANÇA E OTIMISMO AOS QUE FORAM ABANDONADOS PELAS FAMÍLIAS.
NAQUELE LAR, OS VELHINHOS APRENDIAM COM AS CRIANÇAS E ELAS TAMBÉM APRENDIAM COM OS VELHINHOS.
NAQUELA CASA HAVIA TROCA DE EXPERIÊNCIAS E DE AMOR E RESPEITO PELO PRÓXIMO QUE EM OUTROS LARES E ESCOLAS NÃO SE VIA MAIS.
OS VELHINHOS CONVERSAVAM SOBRE MUITOS ASSUNTOS COM AS CRIANÇAS.
TODOS ERAM AMIGOS E ALI NÃO HAVIA ESPAÇO PARA A SOLIDÃO E A TRISTEZA.
A ENERGIA QUE MENINOS E MENINAS PASSAVAM DEIXAVA A VIDA DOS VELHINHOS MAIS LEVE E MAIS COMPLETA.
PING E PONG LOGO GANHARAM A SIMPATIA DOS VOVÔS E DAS VOVÓS QUE MORAVAM ALI HÁ MUITOS ANOS.
TODOS OS DIAS, PING E PONG ACORDAVAM MUITO ANIMADOS E LOGO IAM BRINCAR COM UM GRUPO DE VELHINHOS QUE ELES SENTIAM QUE ESTAVAM PRECISANDO DE UMA PALAVRA AMIGA.
ASSIM PING E PONG CORRIAM NA DIREÇÃO DOS VOVÔS E DAS VOVÓS COM AS PEQUENAS MÃOZINHAS PRONTAS PARA ABRAÇA-LOS CARINHOSAMENTE E TAMBÉM PARA BRINCAREM DE BOLA, BONECAS, PIÕES E AVIÕEZINHOS DE PAPEL.
DEPOIS, OS AVÔS E AS AVÓS RETRIBUÍAM O CARINHO DADO A ELES PELOS IRMÃOS PING E PONG, PEGANDO ALGUNS LIVROS DE CONTOS DE FADA DA GRANDE BIBLIOTECA QUE HAVIA NAQUELE ANTIGO CASARÃO.
ASSIM COM TODAS AS CRIANÇAS REUNIDAS NA VARANDA DO ESPAÇOSO CASARÃO, OS VELHINHOS COMEÇAVAM A NARRAR OS INCRÍVEIS E FASCINANTES CONTOS DA CAROCHINHA.
QUE LUGAR FELIZ ERA ESSE, ONDE UM AJUDAVA O OUTRO. ALI, TODOS ERAM IGUAIS E TINHAM OS MESMOS DIREITOS.
QUANDO PING E PONG E AS OUTRAS CRIANÇAS VOLTAVAM DAS AULAS, OS VELHINHOS OS AJUDAVAM A FAZER AS TAREFAS ESCOLARES.
COM ISSO AS CRIANÇAS APRENDIAM CADA VEZ MAIS COM A SABEDORIA DOS VOVÔS E DAS VOVÓS.
PING E PONG APESAR DE SEREM LEVADOS COMO TODA CRIANÇA FELIZ E SAUDÁVEL ESTAVAM SEMPRE PRONTOS PARA ALIVIAR A SAUDADE QUE AQUELES VELHINHOS QUE FORAM ABANDONADOS SENTIAM DAS SUAS FAMÍLIAS.
ELES TAMBÉM SE TORNARAM OS HERÓIS DE MAIS DE CEM CRIANÇAS, E QUATROCENTOS VELHINHOS, POIS, APESAR DE SEREM PEQUENOS AINDA, OS DOIS IRMÃOS CONSEGUIRAM EM TÃO POUCO TEMPO MORANDO NAQUELE CASARÃO DE REPOUSO E ENSINO, TRAZER DE VOLTA A ESPERANÇA E A CERTEZA DE VIVEREM DIAS MELHORES.
PING E PONG ERAM CRIANÇAS QUE SABIAM USAR MUITO BEM A IMAGINAÇÃO E EXPLORAVAM COM PERFEIÇÃO A CRIATIVIDADE QUE POSSUÍAM DENTRO DE SUAS CABEÇAS.
ELES ERAM OS PALHACINHOS DAQUELE CASARÃO E TUDO FAZIAM PARA DEIXAR A VIDA MAIS DOCE PARA AQUELES VELHINHOS ABANDONADOS E CRIANÇAS ÓRFÃOS.
ENTÃO, PING E PONG SEMPRE ESTAVAM INVENTANDO BRINCADEIRAS INTERESSANTES.
ELES SE JUNTAVAM AOS ANCIÃOS E AS CRIANÇAS NO PÁTIO DO CASARÃO E REALIZAVAM MUITAS BRINCADEIRAS COMO AMARELINHA, BOLINHA DE GUDE, CANTIGAS DE RODA, PASSA ANEL, RODA PIÃO, PIPA… TUDO ISSO FAZIA PARTE DO COTIDIANO DAQUELE CASARÃO REPLETO DE AMOR E CARINHO E ASSIM SE DIVERTIAM POR HORAS.

OS VELHINHOS SEMPRE SE DIVERTIAM COM AS PERALTICES DE PING E PONG. ELES ERAM TÃO PEQUENINOS NO TAMANHO, MAS, OS SEUS CORAÇÕES ERAM GIGANTESCOS, POIS, ELES PASSAVAM UMA ENERGIA RADIANTE PARA AQUELES VELHINHOS QUE  POR ALGUMAS HORAS DE LAZER COM MUITAS BRINCADEIRAS AO LADO DE PING E PONG, VOLTAVAM A SEREM CRIANÇAS TAMBÉM.
PING E PONG TRANSFORMARAM UM AMBIENTE COM LEMBRANÇAS TRISTES QUE OS VELHINHOS E AS CRIANÇAS ESTAVAM VIVENDO ATÉ A CHEGADA DOS DOIS NAQUELE CASARÃO.
ELES TROUXERAM A FELICIDADE, A ESPERANÇA DE DIAS MELHORES E TAMBÉM DEVOLVERAM AOS SIMPÁTICOS E AMOROSOS VELHINHOS A ALEGRIA CONTAGIANTE DE VIVER. 
PING E PONG FORAM DOIS ANJOS QUE O SENHOR ENVIOU NO MEIO DAQUELES ANCIÕES E DAQUELES MENINOS E MENINAS ÓRFÃOS PARA FAZEREM A DIFERENÇA NA VIDA DELES NAQUELE LUGAR ONDE REINAVA A SABEDORIA E A PUREZA ANCORADA PELA FORÇA DO AMOR QUE SE RENOVAVA A CADA DIA.
 
.
 
 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 05/01/2020
Alterado em 05/01/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos reservados a Saulo Piva Romero.  
 
 




 
Países leitores do site Contos do Tio-avô