Contos doTio-Avô
"Quem escreve um livro cria um castelo, quem o lê mora nele".
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
LinksLinks
Textos


HOUVE UM DIA EM QUE JESUS ESTAVA DORMINDO TRANQUILAMENTE NUM BARCO EM QUE TAMBÉM ESTAVAM SEUS APÓSTOLOS. JESUS PREGOU OS SEUS ENSINAMENTOS PARA UMA GRANDE MULTIDÃO E DE TÃO CANSADO QUE ESTAVA ACABOU ADORMECENDO.
MAS, AO ANOITECER COMEÇOU UMA GRANDE TEMPESTADE COM MUITOS RAIOS E TROVÕES E OS SEUS DISCÍPULOS SÃO TOMADOS PELO MEDO, POIS, O MAR DA GALILEIA COMEÇA A SE AGITAR, POIS, JÁ É FUNDO E COM A TEMPESTADE AS ONDAS AUMENTAM O SEU TAMANHO.
JESUS ESTAVA REPOUSANDO, POIS TIVERA UM DIA MUITO CANSATIVO, EM DETERMINADO MOMENTO DA VIAGEM ATÉ A REGIÃO DOS QUE AINDA NÃO CONHECIAM A DEUS, ELE ACORDOU COM O BARULHO E OS VENTOS FORTES QUE SE FORMARAM COM A CHEGADA DA TEMPESTADE. MAS, COMO ELE ERA O REI DOS REIS, FICOU EM PAZ, POIS, SABIA QUE SEU PAI, O GRANDE EU SOU NÃO O ABANDONARIA EM MOMENTO ALGUM, ENTÃO VIROU DE LADO E VOLTOU A DORMIR.
A MAIORIA DOS DISCÍPULOS DE JESUS ERAM PROFUNDOS CONHECEDORES DOS PERIGOS DO MAR DA GALILEIA, POIS ERAM PESCADORES E JÁ ESTAVAM ACOSTUMADOS COM AS REVOLTAS MARÍTIMAS.
MAS, NAQUELE DIA, ALGUNS DOS APÓSTOLOS ESTAVAM MUITOS ASSUSTADOS E TEMENDO QUE O BARCO AFUNDASSE. ELES ESTAVAM PARECENDO CARNEIROS ASSUSTADOS FUGINDO DAS GARRAS DE UM LOBO FEROZ E FAMINTO.
A TEMPESTADE COMEÇA A SE AGIGANTAR FORMANDO VENDAVAIS E ATRAINDO RAIOS E TROVÕES A NOITE INTEIRA.
NA MADRUGADA, AS ALTAS ONDAS COMEÇAM A BATER VIOLENTAMENTE CONTRA O BARCO. E OS APÓSTOLOS TENTAM COM SEUS ESFORÇOS CONTROLAR O BARCO. MAS, DESSA VEZ NÃO SÃO CAPAZES DE CONTER A FÚRIA DO MAR E A FORÇA DOS VENTOS E TEMENDO PELAS SUAS VIDAS, ELES ACORDAM JESUS E ASSUSTADOS DIZEM:
- SENHOR, SALVE AS NOSSAS VIDAS, POIS, ESTAMOS A PONTE DE MORRERMOS AFOGADOS!
E JESUS TRANQUILO E SEREMOS PERGUNTA AOS SEUS DISCÍPULOS:
- “POR QUE VOCÊS ESTÃO COM TANTO MEDO, HOMENS DE POUCA FÉ?”.
E LOGO EM SEGUIDA, JESUS COM A AUTORIDADE DO REI DOS REIS E COMO UM RAIO VELOZ E PODEROSO DE UM TROVÃO, JESUS ELEVA SUA VOZ AOS CÉUS E COMO UM TROVÃO SANTO, ORDENA A TEMPESTADE QUE ELA PARE IMEDIATAMENTE.
- SILÊNCIO! CALE-SE!
ENTÃO, IMEDIATAMENTE A ORDEM DO TROVÃO SANTO, O MAR E OS VENTOS SE ACALMAM.
UM DOS DISCÍPULOS FALA A JESUS:
- MESTRE, NO MEIO DA TEMPESTADE, NOSSO AMIGO PEDRO SE APAVOROU E PULOU NAS ÁGUAS E NÓS TEMEMOS PELA VIDA DELE.
NESSE MOMENTO JESUS SAI DO BARCO E CAMINHA PELAS ÁGUAS E ASSIM QUE AVISTA PEDRO, PEDE QUE ELE VENHA AO SEU ENCONTRO E PEDRO OBEDECE.
ASSIM, PEDRO CAMINHOU SOBRO AS ÁGUAS SEM SE DESEQUILIBRAR E CHEGOU ATÉ JESUS QUE ESTAVA EM PÉ NA FRENTE DO BARCO.
DEPOIS DISSO, O VENTO PASSOU OS RAIOS E TROVÕES E A TEMPESTADE DEU LUGAR A UMA LINDA LUA CHEIA NO CÉU.
 ENTÃO, JESUS SUBIU NOVAMENTE NO BARCO E DISSE AOS SEUS APÓSTOLOS:
- A GRANDE FÉ QUE AGRADA A DEUS É A FÉ QUE AVANÇA PARA O ALVO SEM DESISTIR. JÁ A PEQUENA FÉ, QUE DEUS REPROVA, É A FÉ QUE NÃO QUEIMA, QUE SE ESFRIA E SE ESVAZIA.
A GRANDE FÉ É AQUELA  ACREDITAMOS SEM VACILAR. ELA É FIRME, CONSTANTE, INABALÁVEL NO QUE DEUS DISSE E SEMPRE ESTÁ CAMINHANDO PARA FRENTE E COM OS OLHOS NO ALVO, EM MIM, NA PALAVRA E ESTÁ SEMPRE DISPOSTA A ENFRENTAR QUALQUER COISA, MAS NUNCA DESISTIR.
DEPOIS DESSAS BELÍSSIMAS PALAVRAS JESUS DESCEU AO NOVAMENTE PARA A POPA DO PEQUENO BARQUINHO E SE DEITOU COM A CABEÇA NUM TRAVESSEIRO E VOLTOU A DORMIR TRANQUILAMENTE ATÉ O BARCO ATRACAR NA A ALDEIA DOS PESCADORES ONDE NOVAMENTE UMA MULTIDÃO O AGUARDAVA ANSIOSAMENTE PARA OUVIR AS SUAS SÁBIAS PALAVRAS DE AMOR E LUZ .
 

 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 19/12/2019
Alterado em 19/12/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos reservados a Saulo Piva Romero.  
 
 




 
Países leitores do site Contos do Tio-avô