Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
ERA UMA VEZ UMA PEQUENA ÓRFÃ CHAMADA GIULIA. ELA FOI ABANDONADA AO NASCER.
OS PAIS A DEIXARAM NA PORTA DE UM ORFANATO. ELES A COLOCARAM DENTRO DE UM CESTINHO E SUMIRAM PELO MUNDO AFORA SEM DEIXAR PISTAS.
ASSIM, O TEMPO PASSOU E A PEQUENA GIULIA PASSOU A VIVER NAQUELE ORFANATO ESPERANDO QUE ALGUM CASAL A ADOTASSE E A CRIASSE COM TODO O AMOR E CARINHO. ELA TINHA COMPLETADO CINCO ANINHOS A POUCO TEMPO.
TODOS OS DIAS, A PEQUENA GIULIA PEDIA AO PAPAI DO CÉU QUE LHE DESSE DE PRESENTE UM PAI E UMA MAMÃE, POIS, O QUE ELA MAIS QUERIA NA VIDA ERA FORMAR UMA LINDA FAMÍLIA.
ENTÃO, PAPAI DO CÉU FICOU MUITO COMOVIDO COM O PEDIDO DA GIULIA E PRONTAMENTE ABENÇOOU A MENININHA PREPARANDO A CHEGADA DE UM JOVEM CASAL QUE NÃO PODIA TER FILHOS.
LARA E ARTHUR ERAM CASADOS JÁ A ALGUNS ANOS E NÃO CONSEGUIAM TER FILHOS. ENTÃO, ELES DECIDIRAM QUE IRIAM ADOTAR UMA CRIANÇA.
ASSIM, O CASAL PARTIU EM VISITA AO ORFANATO, EM QUE A PEQUENA GIULIA VIVIA, POIS, O PAPAI DO CÉU JÁ HAVIA PREPARADO TUDO PARA QUE A PEQUENA GIULIA FOSSE ADOTADA POR ELES.
LOGO QUE ELES CHEGARAM AO ORFANATO JÁ SE ENCANTARAM COM A SIMPATIA E A DOÇURA DA PEQUENA GIULIA.
OS TRÊS SE APAIXONARAM Á PRIMEIRA VISTA. ENTÃO, LARA E ARTHUR NÃO TIVERAM MAIS DÚVIDAS E DECIDIRAM QUE A PEQUENA GIULIA SERIA A TÃO SONHADA FILHA QUE ELES ESPERAVAM POR TANTO TEMPO.
ENTÃO, LARA E ARTHUR LEVARAM A PEQUENA GIULIA PARA VIVER COM ELES, POIS, TINHAM A CERTEZA QUE A GIULIA HAVIA NASCIDO PARA SER MESMO A FILHA DELES.
LARA ERA UM MÃE MUITO ATENCIOSA E MUITO CARINHOSA. ELA CUIDAVA MUITO BEM DA PEQUENA GIULIA. ELA NÃO DEIXAVA FALTAR NADA PARA A SUA MENINA E ARTHUR ERA UM PAI MUITO CORUJÃO. ELE ERA UM PAI MUITO PRESENTE NA VIDA DA GIULIA TANTO QUE NA PRIMEIRA VEZ QUE PEGOU A MENINA NO COLO NÃO CONSEGUIU ESCONDER A EMOÇÃO E SE DERRAMOU EM LÁGRIMAS. GIULIA TINHA DE TUDO EM CASA, JÁ QUE ARTHUR ERA DE UMA FAMÍLIA COM MUITO DINHEIRO. MAS, O QUE SE VIA MESMO NA CASA DAQUELA FAMÍLIA ERA O AMOR E CARINHO ACIMA DE TUDO.
O MAIS IMPORTANTE DENTRO DAQUELA CASA ERAM OS SENTIMENTOS DE AMOR, CARINHO, COMPREENSÃO, DOÇURA E PACIÊNCIA. LARA, ARTHUR E GIULIA ANDAVAM SEMPRE UNIDOS TANTO NAS ALEGRIAS QUANTO NAS TRISTEZAS. LARA E ARTHUR SENTIAM GRANDE ALEGRIA EM VER A PEQUENA GIULIA FELIZ NA COMPANHIA DELES. GIULIA ERA UMA DOÇURA DE MENINA, SEMPRE MUITO ALEGRE NÃO HAVENDO ESPAÇO PARA A TRISTEZA NA SUA VIDA. ELA COM SEU JEITINHO CONQUISTAVA A TODOS POR ONDE ELA COLOCAVA OS SEUS PEZINHOS. SEUS OLHOS ERAM TÃO SERENOS, PEQUENINOS. ELA USAVA UM GRANDE ÓCULOS NO ROSTO PARA MELHOR ENXERGAR, SEMPRE COM SEU LAÇO DE FITA AZUL NA CABEÇA E CARREGAVA UMA LINDA PULSEIRINHA LILÁS NO BRACINHO, REALÇANDO AINDA MAIS A SUA DOCE INOCÊNCIA DE CRIANÇA.
E COMO TODA CRIANÇA NÃO DISPENSAVA OS DELICIOSOS DOCES QUE GANHAVA TODAS AS TARDES QUANDO ARTHUR, SEU PAI CHEGAVA DO TRABALHO.  ELA CORRIA COM OS BRACINHOS ESTENDIDOS NA DIREÇÃO DO PAI. ELE TRAZIA TANTO DOCE PARA A FILHA FAZENDO COM QUE SE ELA SE TORNASSE AINDA MAIS DOCE DO QUE JÁ ERA. O PAI A ENTUPIA DE BRIGADEIROS, SORVETES, PIRULITOS, SUSPIROS E BALAS.
GIULIA ATRAVÉS DE SUA DOÇURA E SIMPATIA FOI AO LONGO DO TEMPO CRIANDO LAÇOS DE AMOR COM O PAI E A MÃE DO CORAÇÃO, UM AMOR AINDA MAIOR QUE OS LAÇOS DE SANGUE, POIS, A PEQUENA GIULIA HAVIA SIDO UM PRESENTE DADO E ABENÇOADO POR PAPAI DO CÉU E TRANSFORMADO GRANDEMENTE AS SUAS VIDAS.
GIULIA AMAVA OS SEUS PAIS COM TODO O AMOR QUE HAVIA DENTRO DE SEU CORAÇÃOZINHO.
ELA ACEITAVA MUITO BEM OS ENSINAMENTOS QUE A MAMÃE LHE ENSINAVA. ELA ERA MUITO EDUCADA COM TODAS AS PESSOAS DE CASA E COM AS PESSOAS NA RUA. ELE NUNCA ESQUECIA DO POR FAVOR E DO MUITO OBRIGADO QUANDO PRECISAVA DE UMA AJUDA. ELA JÁ TINHA A CERTEZA QUE ERA FILHA DA LARA E DO ARTHUR. ELA SEMPRE FOI MUITO CARINHOSA COM OS SEUS PAIS DO CORAÇÃO. ELA GOSTAVA DE UM COLO, DE DAR UNS ABRACINHOS NA MAMÃE E NO PAPAI E DESDE QUE FOI VIVER COM ELES,  JÁ PEGAVA LARA PELO BRAÇO PARA MOSTRAR O SEU QUARTO TODO ENFEITADO COM SUAS BONECAS DE PANO E COM SEUS URSINHOS DE PELÚCIA E COM SUA VOZ SUAVE E DELICADA NÃO PARAVA DE ELOGIAR A SUA MAMÃE DO CORAÇÃO.
A PEQUENA GIULIA OLHAVA LARA COM MUITA ADMIRAÇÃO E VIVIA DIZENDO:
- MAMÃE, VOCÊ É LINDA!
E LARA EMOCIONADA RESPONDIA:
- MINHA FILHA QUERIDA! VOCÊ É O ANJINHO QUE PAPAI DO CÉU ENVIOU PARA ALEGRAR AINDA MAIS A VIDA DA MAMÃE E DO PAPAI.
 E COM UM BELO SORRISO NO ROSTINHO, GIULIA FAZIA MAIS E MAIS DECLARAÇÕES DE AMOR PARA A SUA MAMÃE.
- MAMÃE, VOCÊ É A MINHA CARA! SOMOS TÃO PARECIDAS!
E MAIS UMA VEZ A MAMÃE SE DERRETIA TODA COM AS PALAVRINHAS DE CARINHO E AMOR DEDICADAS A ELA POR PARTE DA SUA FILHINHA QUERIDA E AMADA.
DEPOIS DE UM LONGO SILÊNCIO, A PEQUENA GIULIA VOLTOU A FALAR COM A MÃE.
MAMÃE, POR QUE EU NÃO NASCI DA SUA BARRIGA?
E LARA COM UM LEVE SORRISO NOS LÁBIOS RESPONDEU:
- POR QUÊ VOCÊ É UMA MENINA MUITO ESPECIAL PARA MIM. E AS MENINAS ESPECIAIS SÃO ENVIADAS PELO PAPAI DO CÉU DENTRO DO NOSSO CORAÇÃO.
- ENTÃO, SEU CORAÇÃO DEVE TER DADO MUITAS BATIDAS NO DIA EM QUE EU NASCI,
- SIM, MINHA PRINCESINHA!
E GIULIA CAÍA NA GARGALHADA.
E SUSSURRAVA BEM BAIXINHO NOS OUVIDOS DA MÃE.
- MAMÃE, HOJE EU VOU DORMIR AGARRADINHA COM VOCÊ E LHE ABRAÇAR E BEIJAR A NOITE INTEIRA.
DEPOIS DESSAS PALAVRAS TÃO CHEIAS DE AMOR E CARINHO, LARA OLHOU PARA O CÉU E AGRADECEU AO QUERIDO PAPAI DO CÉU PELA FILHINHA MARAVILHOSA QUE ELE HAVIA TÃO GENEROSAMENTE HAVIA ENVIADO PARA ELA CUIDAR E PROTEGER DURANTE TODA A SUA VIDA.
E ASSIM, LARA E GIULIA FORAM DORMIR AGARRADINHAS E ANTES DE FECHAR OS SEUS OLHINHOS JÁ CAINDO DE SONO, GIULIA DISSE CARINHOSAMENTE PARA A MÃE:
- MAMÃE, VOCÊ É A MELHOR MÃE DO MUNDO!
FILHINHA DO MEU CORAÇÃO! HOJE EU POSSO DIZER QUE EU TENHO UM CHICLETINHO PARA ADOÇAR A MINHA VIDA, POIS, VOCÊ É TÃO DOCE!
 
 
 
 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 14/05/2019
Alterado em 10/05/2020
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC