Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
ERA UMA VEZ UMA SINHAZINHA CHAMADA ANDRESSA QUE VIVIA NUMA FAZENDA COM SEUS PAIS. NESSA FAZENDA TAMBÉM VIVIAM MUITOS ESCRAVOS QUE VIERAM DA ÁFRICA. ELES TRABALHAVAM NOS CAMPOS DE PLANTAÇÕES DA FAZENDA DO PAI DE ANDRESSA, A SINHAZINHA COMO ERA CARINHOSAMENTE CHAMADA PELOS ESCRAVOS. NESSA FAZENDA TINHA MUITOS PÉS DE MANGA E OS ESCRAVOS PARA SACIAREM A SUA FOME ACABAVAM PASSANDO MAL DE TANTO COMEREM AS MANGAS QUE CAÍAM NO QUINTAL DA SINHAZINHA. MAS, O PAI DA SINHAZINHA ERA UM HOMEM MAU E NÃO ESTAVA GOSTANDO NENHUM POUCO DE VER SEUS ESCRAVOS COMENDO SUAS NOBRES MANGAS, POIS, AS SEMENTES TINHAM VINDO DIRETAMENTE DA ÍNDIA. ENTÃO, AQUELE SENHOR DE ESCRAVOS ACHAVA QUE SÓ OS NOBRES PODERIAM DELAS DESFRUTAR.  OS ESCRAVOS QUE SE CONTENTASSEM COM O LEITE QUE ERA A PRINCIPAL FONTE DE ALIMENTAÇÃO DELES NA SUA GRANDIOSA FAZENDA. MAS, A SINHAZINHA ERA CONTRA AS MALDADES DE SEU PAI. ELA ERA MUITO MEIGA E SEMPRE TRATAVA OS ESCRAVOS DE SUA FAZENDA COM DIGNIDADE E RESPEITO. ANDRESSA NÃO CONCORDAVA COM AS IDEIAS DO PAI A RESPEITO DOS ESCRAVOS. ENTÃO, ELA FICAVA MUITAS HORAS ENCOSTAVA JUNTO A CERCA DE MADEIRA QUE CIRCUNDAVA TODO O QUINTAL DA CASA GRANDE ESPERANDO QUE UMA GRANDE QUANTIDADE DE MANGAS CAÍSSE DAS ALTAS MANGUEIRAS QUE FORAM PLANTADAS NO ENORME QUINTAL. DEPOIS, A SINHAZINHA ANDRESSA COLOCAVA ESSAS MANGAS DENTRO DE DIVERSOS SACOS E MANDAVA CHAMAR ALGUNS ESCRAVOS QUE SAÍAM DO QUINTAL DA SINHAZINHA CARREGANDO NAS COSTAS OS SACOS CHEIOS DE MANGAS QUE SERIAM LEVADOS PARA A SENZALA E REPARTIDOS COM OS OUTROS IRMÃOS QUE ESTAVAM LÁ ESPERANDO PARA SABOREAREM A DELICIOSA FRUTA. MAS, NÃO DEMOROU MUITO TEMPO PARA O PAI DA SINHAZINHA FICAR SABENDO QUE ELA DOAVA MUITAS MANGAS PARA OS SEUS ESCRAVOS. ENTÃO, O MALVADO SENHOR DE ESCRAVOS RESOLVEU MANDAR A FILHA ESTUDAR NA CAPITAL PARA QUE OS ESCRAVOS NÃO TIVESSEM MAIS A AJUDA DE NINGUÉM E PARASSEM DE COMER AS SUAS PRECIOSAS MANGAS, POIS, O SINHÔ TINHA OUTROS PLANOS PARA ELAS JÁ QUE NESSA ÉPOCA, AS MANGAS VALIAM MUITO DINHEIRO. ENTÃO, OS ESCRAVOS MUDARAM O JEITO PARA CONTINUAREM A SE BENEFICIAR DAS MANGAS QUE CAÍAM AOS MONTES DEBAIXO DAS MANGUEIRAS. ELES COMEÇARAM A ESCONDER ALGUMAS CENTENAS DE MANGAS QUE ERAM COLHIDAS DOS PÉS. ELAS AS ENTERRAVAM E A NOITE QUANDO TODOS NA CASA GRANDE ESTAVAM DORMINDO, OS ESCRAVOS SAÍAM DA SENZALA COM MUITOS SACOS E CHEGANDO A CAMPO COM SEUS LAMPIÕES ACESOS COMEÇAVAM A COLOCAR AS MANGAS DENTRO DOS SACOS. E FOI ASSIM DURANTE MUITOS ANOS SEM SEREM DESCOBERTOS PELO SINHÔ. ALGUNS ANOS MAIS TARDE COM O RETORNO DE ANDRESSA, A SINHAZINHA. ELA CONVERSANDO COM OS ESCRAVOS DISSE: - POR QUE VOCÊS NÃO FAZEM SUCO DE MANGA COM LEITE? VOCÊS VÃO FICAR MUITO MAIS FORTES E DISPOSTOS, POIS, QUANDO ESTIVE NA CAPITAL, APRENDI A TOMAR E FIQUEI MUITO MAIS DISPOSTA. O ANCIÃO DOS ESCRAVOS RESPONDEU PARA A SINHAZINHA ANDRESSA:- ÓTIMA IDEIA SINHAZINHA! ENTÃO, O ANCIÃO QUE ERA MUITO RESPEITADO PELOS ESCRAVOS CHAMOU UM GAROTINHO CHAMADO TONICO E LHE DISSE:- VÁ ATÉ O CURRAL E TRAGA UM POUCO DE LEITE PARA EXPERIMENTARMOS DESSE MISTURA QUE SINHAZINHA ANDRESSA FALOU. HOJE VAMOS COMER MANGAS E TOMAR O LEITE LOGO EM SEGUIDA.  MAS, O QUE O ANCIÃO DOS ESCRAVOS NÃO IMAGINAVA ERA QUE O FEITOR DA FAZENDA ESTAVA ESCUTANDO A CONVERSA ENTRE A SINHAZINHA E OS ESCRAVOS. E ASSIM FOI CORRENDO CONTAR PARA O PAI DELA. ENTÃO, O PAI DA SINHAZINHA FICOU MUITO ZANGADO E MANDOU O FEITOR ESPALHAR PELA FAZENDA A HISTÓRIA DE QUE QUEM COMESSE MANGA COM LEITE PODERIA MORRER.- ASSIM OS ESCRAVOS FICARAM COM MEDO E PARARAM DE COMEREM AS MANGAS CAÍDAS NO QUINTAL DA SINHAZINHA. PASSADOS ALGUNS DIAS, ANDRESSA ESTRANHOU O FATO DE QUE OS ESCRAVOS NÃO FORAM MAIS COLHER AS MANGAS NO SEU QUINTAL E PROCUROU SABER PORQUE ISSO ESTAVA ACONTECENDO E QUANDO SE DIRIGIA PARA A COZINHA DA CASAGRANDE OUVIU A ESCRAVA QUE ESTAVA PREPARANDO O ALMOÇO GRITAR COM O MENINO TONICO.- NÃO SE ATREVA A TOCAR NAS MANGAS E NEM NO POTE DE LEITE!MANGA COM LEITE FAZ MAL, MENINO! ENTÃO, A MEIGA E DOCE SINHAZINHA PERCEBEU QUE ISSO ERA COISA DO SEU PAI. ENTÃO, ELA RESOLVEU DAR UM SUSTO NO PAI.- NOSSA, MINHA FILHA! O QUE HOUVE COM VOCÊ? VOCÊ ESTÁ MUITO PÁLIDA.- NÃO SEI MEU PAI. EU COMECEI A ME SENTIR MAL QUANDO COMI UMA MANGA E LOGO EM SEGUIDA TOMEI UM COPO DE LEITE.ENTÃO, O PODEROSO BARÃO ENTROU EM DESESPERO E IMEDIATAMENTE MANDOU CHAMAR O FEITOR.- VOCÊ ME DISSE QUE ESSA HISTÓRIA DE MISTURAR MANGA COM LEITE NÃO PASSAVA DE UMA LENDA. MAS, MINHA FILHA ESTÁ MUITO MAL DEPOIS DE TER MISTURADO A MANGA COM O LEITE. -SIM, BARÃO! MAS, DE REPENTE, O QUE ERA APENAS UM TEATRO PARA AMOLECER O CORAÇÃO DE PEDRA DO BARÃO,TORNOU-SE VERDADEIRO, ANDRESSA COMEÇOU A SE SENTIR MAL E CAIU DESMAIADA NO CHÃO. O PAI AJOELHOU DIANTE DA FILHA E COMEÇOU A FALAR COM DEUS PARA QUE ELE PERDOASSE AS SUAS MALDADES CONTRA OS ESCRAVOS. MINUTOS DEPOIS, A SINHAZINHA FOI ACORDANDO LENTAMENTE PARA A FELICIDADE DO SEU PAI.  ASSIM DESSE DIA EM DIANTE O PAI DA SINHAZINHA PASSOU A TRATAR TODOS OS ESCRAVOS DA SUA FAZENDA COM RESPEITO E GRATIDÃO, LIBERANDO AS MANGAS PARA ELES COMEREM JUNTAMENTE COM UM COPO DE LEITE E TAMBÉM RESOLVEU ACABAR COM AS SUAS MENTIRAS E REVELOU QUE MANGA COM LEITE NUNCA FEZ MAL A NINGUÉM, QUE TUDO ISSO NÃO PASSAVA DE UMA LENDA INVENTADA  PARA QUE OS ESCRAVOS NÃO COMESSEM DA FRUTA.
 
 
 
 
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               
 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 22/04/2019
Alterado em 10/05/2020
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC