Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
HÁ MUITOS ANOS ATRÁS NEMESTRINO FICOU VIÚVO E TEVE QUE CUIDAR SOZINHO DAS SUAS FILHAS HELENA E HELOÍSA.
AS MENINAS ERAM MUITO CURIOSAS, INTELIGENTES E SEMPRE QUERIAM APRENDER ALGO A MAIS E DIARIAMENTE ELAS DEIXAVAM O PAI COM OS CABELOS EM PÉ FAZENDO PERGUNTAS PARA SACIAR SUA SEDE DE SABER.
ÀS VEZES, O PAI, CONSEGUIA RESPONDER AS PERGUNTAS DAS FILHAS COM PACIÊNCIA E SABEDORIA. MAS, DEPENDENDO DAS PERGUNTAS ELE NEM SEMPRE SABIA DAR A RESPOSTA CERTA, POIS, ELE TINHA OUTRAS PREOCUPAÇÕES NA CABEÇA QUE O IMPEDIA DE DAR UMA RESPOSTA QUE SACIASSE A SEDE DE SABER DAS FILHAS. ENTÃO, COMO ELE JÁ ESTAVA   FICANDO VELHO DECIDIU QUE IRIA MANDAR HELENA E HELOÍSA PARA PASSAR AS FÉRIAS ESCOLARES CONVIVENDO E APRENDENDO COM UM VELHO SÁBIO QUE VIVIA NO TOPO DE UMA MONTANHA NUM LUGAR CHAMADO DE O JARDIM DAS BORBOLETAS, POIS, NEMESTRINO CONHECIA ESSE VELHO SÁBIO DE LONGA DATA E SABIA QUE ELE ERA CAPAZ DE RESPONDER AS PERGUNTAS DAS SUAS FILHAS  SEM DEMORA.
ENTÃO, HELENA E HELOÍSA PARTIRAM PARA O JARDIM DAS BORBOLETAS E ASSIM QUE CHEGARAM, AS DUAS IRMÃS NÃO PERDERAM TEMPO E DECIDIRAM PREPARAR UMA ARMADILHA PARA TESTAR A SABEDORIA DE CASTIEL, O SÁBIO DO JARDIM DAS BORBOLETAS. NO DIA SEGUINTE HELENA E HELOÍSA COMEÇARAM A IDEALIZAR UM PLANO PARA FAZER COM QUE O SÁBIO ERRASSE A RESPOSTA DA PERGUNTA QUE ELAS IRIAM LHE PERGUNTAR.
HELOÍSA DISSE:
- COMO VAMOS FAZER PARA ENGANAR O SÁBIO? ELE É MUITO INTELIGENTE E TEM MUITA SABEDORIA, JÁ NÓS SOMOS SOMENTE DUAS ESTUDANTES COM POUCA EXPERIÊNCIA SOBRE AS COISAS DO MUNDO.
E HELENA RESPONDEU:
MINHA IRMÃ, ESPERE SÓ UM POUQUINHO QUE EU JÁ VOU LHE MOSTRAR COMO NÓS VAMOS ENGANAR O SÁBIO.
ASSIM, HELENA, A IRMÃ MAIS VELHA SAIU APRESSADA DEIXANDO A IRMÃ MAIS NOVA COM MIL INTERROGAÇÕES NA CABEÇA E MUITO ANSIOSA.
HELENA SAIU EM DIREÇÃO AO FINAL DO IMENSO JARDIM DAS BORBOLETAS E LOGO ELA AVISTOU UM LINDA BORBOLETINHA AZUL QUE ESTAVA REPOUSANDO NUMA FLOR. ENTÃO, ELA PEGOU A SUA REDINHA E CAÇOU A BORBOLETINHA AZUL. E EM SEGUIDA, ELA EMBRULHOU A BORBOLETINHA AZUL NUM AVENTAL QUE FAZIA PARTE DA SUA ROUPA. E DEPOIS DE UMA HORA REGRESSOU AO INÍCIO DO JARDIM ONDE A SUA IRMÃ HAVIA FICADO.
-  HELOÍSA NÃO AGUENTOU DE TANTA CURIOSIDADE E FOI LOGO PERGUNTANDO A IRMÃ:
- O QUE VOCÊ TEM AI NESSE AVENTAL?
ENTÃO, HELENA COLOCOU SUA MÃO NO AVENTAL E MOSTROU PARA A IRMÃ. A BELA BORBOLETA AZUL.
HELOÍSA ENCANTADA COM A BELEZA DA BORBOLETA AZUL DISSE:
- QUE MARAVILHA, MINHA IRMÃ! O QUE VOCÊ VAI FAZER COM ESSA LINDA BORBOLETINHA AZUL?
- E HELENA RESPONDEU:
ELA SERÁ NOSSA ARMA PARA A PERGUNTA- ARMADILHA QUE VAMOS FAZER AO MESTRE CASTIEL.  NÓS IREMOS PROCURÁ- LO E EU VOU ESCONDER A BORBOLETA AZUL NA MINHA MÃO. ENTÃO, EU PERGUNTAREI AO MESTRE SE A BORBOLETA AZUL QUE ESTÁ NA MINHA MÃO ESTÁ VIVA OU MORTA.
- MINHA IRMÃ, ISSO SERÁ MUITO FÁCIL PARA ELE RESPONDER. ELE TEM MUITA SABEDORIA.
- CALMA HELOÍSA! NÃO FIQUE TÃO ANSIOSA! SE ELE RESPONDER QUE A BORBOLETA AZUL ESTÁ VIVA, EU APERTAREI A MINHA MÃO E A MATAREI, JÁ SE ELE RESPONDER QUE ESTÁ MORTA, EU A DEIXAREI VIVA.
PORTANTO, QUALQUER QUE SEJA A SUA RESPOSTA, A SUA RESPOSTA SEMPRE ESTARÁ ERRADA.
ENTÃO, A IRMÃ MAIS NOVA CONCORDANDO COM A IDEIA DA IRMÃ MAIS VELHA. ELA FOI JUNTO COM HELENA PROCURAR O SÁBIO CASTIEL.
MESTRE CASTIEL ESTAVA ORANDO SENTADO NUM PEQUENO BANQUINHO DE PEDRA QUANDO HELENA E HELOÍSA CHEGARAM. ELAS ESPERARAM ALGUNS MINUTOS ATÉ QUE ELE TERMINASSE A SUA ORAÇÃO E LOGO EM SEGUIDA, ELAS FIZERAM A PERGUNTA PARA O SÁBIO ANCIÃO.
- MESTRE CASTIEL, DISSE A IRMÃ MAIS VELHA:
-  O SENHOR PODE NOS DIZER SE A BORBOLETINHA AZUL QUE ESTÁ NA MINHA MÃO, ESTÁ VIVA OU MORTA?
O SÁBIO ANCIÃO OLHOU EM DIREÇÃO AO CÉU E CÉU E COM SUAS SABIAS PALAVRAS RESPONDEU:
- DEPENDE DE VOCÊ, POIS, A BORBOLETA AZUL ESTÁ NA SUA MÃO. CABE A VOCÊ DECIDIR NOSSO PRESENTE E NOSSO FUTURO ESTÃO NAS NOSSAS MÃOS.
NUNCA DEVEMOS CULPAR ALGUÉM SE ALGUMA COISA FALHAR. SE PERDEMOS ALGUMA COISA, OU SE GANHAMOS ALGUMA COISA, NÓS SOMOS OS ÚNICOS RESPONSÁVEIS POR NOSSAS DECISÕES.
ENTÃO, MENINAS SAIBAM QUE A BORBOLETA AZUL REPRESENTA AS NOSSAS VIDAS, LOGO SÓ DEPENDE DE VOCÊ ESCOLHER A VIDA QUE QUER VIVER.
 
 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 11/03/2019
Alterado em 10/05/2020
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC