Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
NICOLAU E ANALICE HAVIAM SE CASADO HÁ MUITOS ANOS E AINDA NÃO TINHAM CONSEGUIDO A FELICIDADE DE TER UM BEBÊ PARA ALEGRAR A CASA. ANALICE VIVIA TRISTE E CHORANDO POR NÃO TER CONSEGUIDO EM TODOS ESSES ANOS DE CASADA GERAR UM FILHO E NICOLAU JÁ NÃO SABIA MAIS O QUE FAZER PARA ALEGRAR A AMADA ESPOSA. CERTA NOITE NICOLAU PREOCUPADO COM A TRISTEZA PROFUNDA EM QUE SE ENCONTRAVA A SUA ESPOSA QUE ELE TANTO AMAVA SUPLICOU A PAPAI DO CÉU QUE ABENÇOASSE ANALICE COM A CHEGADA DE UM BEBÊ. DEPOIS DE ALGUNS DIAS DO PEDIDO FEITO POR NICOLAU PAPAI DO CÉU ATENDEU AS SUAS ORAÇÕES. NICOLAU HAVIA NOTADO QUE O ESTADO DE SUA MULHER HAVIA MELHORADO E ELA ESTAVA COM UMA LUMINOSIDADE NO SEU ROSTO QUE HÁ MUITO TEMPO ELE NÃO VIA. E NO CAFÉ DA MANHÃ DAQUELE DIA GLORIOSO ANALICE DEU A BOA NOTÍCIA A NICOLAU.
- FINALMENTE MEU MARIDO! NÓS TEREMOS UM BEBÊ PARA ALEGRAR ESSA CASA SILENCIOSA E NOSSA VIDA.
O MARIDO SURPRESO COM A BELA NOTÍCIA SE AJOELHOU E DEU GRAÇAS A PAPAI DO CÉU PELA BENÇÃO ALCANÇADA E FEZ UM LONGO CARINHO NA BARRIGUINHA DA ILUMINADA ESPOSA.
- MEU AMOR QUE NOTÍCIA MARAVILHOSA! E BEIJANDO A FACE DE SUA ESPOSA SAIU FELIZ PARA MAIS UM DIA DE TRABALHO.
ENQUANTO ISSO NO CÉU DONA CEGONHA QUE ERA A RESPONSÁVEL PELA ENTREGA DE BEBÊS ANDAVA DE UM LADO PARA O OUTRO AGUARDANDO DO LADO DE FORA DA MAJESTOSA FÁBRICA DE BEBÊS ESPERANDO A CRIAÇÃO DO PRIMEIRO PIMPOLHO DO CASAL ANALICE E NICOLAU. OS OPERÁRIOS ESTAVAM A TODO O VAPOR PRODUZINDO E MODELANDO UM LINDO BEBÊ PARA O CASAL. O BARULHO DAS MÁQUINAS ERA MUITO ALTO E ISSO DEIXAVA OS OUVIDOS DE DONA CEGONHA DOENDO.
MAS DE REPENTE UMA LUZ ACENDEU AVISANDO A ANSIOSA CEGONHA QUE O BEBÊ TÃO AGUARDADO PELO CASAL ANALICE E NICOLAU ACABARA DE SAIR DA MÁQUINA DE PRODUÇÃO DE BEBÊS. ENTÃO DONA CEGONHA ENTROU NA SALA DE PRODUÇÃO E RECOLHEU O BEBÊ AINDA CHORANDO E O AMARROU NUMA FRALDA DE PANO E O COLOCOU PENDURADO NO SEU PODEROSO BICO. E LÁ FOI A MEIGA E PROTETORA CEGONHA VOANDO PELO LINDO CÉU AZUL ENFEITADO POR NUVENS QUE PARECIAM SER FEITAS DE ALGODÃO MAS DE REPENTE APARECEU NO MEIO DO SEU CAMINHO UM ABUTRE MUITO MAU E ACABOU RAPTANDO O COITADINHO DO PIMPOLHO RECÉM NASCIDO PARA DESESPERO DE DONA CEGONHA QUE FICOU SEM AÇÃO NAQUELE MOMENTO. PASSADOS ALGUNS MINUTOS DO RAPTO A CEGONHA COMEÇOU A GRITAR FEITO UMA SIRENE.
- PEGA LADRÃO!
MAS O ABUTRE ESPERTO EVAPOROU-SE NO CÉU COM O PIMPOLHO EM SUAS GARRAS AFIADAS.
- VOLTE AQUI SEU ABUTRE SEM CORAÇÃO
SE EU TE PEGAR VOCÊ SERÁ UM ABUTRE TODO DEPENADO! E LÁ FOI A PROTETORA CEGONHA ATRÁS DO MALÉVOLO ABUTRE QUE ESTAVA COM O INDEFESO BEBÊ EM SEU BICO.

- DONA CEGONHA VENHA ME PEGAR SE FOR CAPAZ! E SOLTOU UMA SONORA GARGALHADA.
-HAHAHA!
- COMO OUSA ME AFRONTAR SUA AVE AGORENTA! NÃO ESTOU AQUI PARA BRINCADEIRA DE MAU GOSTO. VOCÊ ESTÁ ATRASANDO A MINHA ENTREGA ESPECIAL PARA O CASAL QUE ESPERA FAZ ANOS POR ESTE MOMENTO.
-VAMOS ANDA LOGO E DEVOLVA ESSE BEBÊ QUE NÃO LHE PERTENCE OU EU VOU ASSAR VOCÊ NA BRASA.
- ENTÃO VENHA ME PEGAR SUA MAGRICELA DESENGONÇADA!
E ASSIM A CEGONHA E O ABUTRE ENTRARAM EM UM COMBATE FEROZ PELO PEQUENO PIMPOLHO. ERAM PENAS E MAIS PENAS VOANDO PELO CÉU. DONA CEGONHA LEVOU VANTAGEM SOBRE O ABUTRE POR SER MAIOR E MAIS PESCOÇUDA RESGATANDO DE VOLTA PARA O SEU PODEROSO BICO O INOCENTE BEBEZINHO. E O ABUTRE SEQUESTRADOR SAIU DO COMBATE TODO CAPENGA DEPOIS DE LEVAR UMA SURRA DAQUELAS DA PROTETORA CEGONHA FICANDO O MALVADO SOMENTE COM PELE E OSSOS TOTALMENTE PELADO QUE PODERIA SE PASSAR FACILMENTE POR UM PAPAGAIO QUANDO ACABA DE NASCER, POIS HAVIA FICADO SEM NENHUMA PENA EM SEU CORPO PARA CONTAR HISTÓRIAS.
DEPOIS DE SE SAIR VITORIOSA DO COMBATE COM O ABUTRE DONA CEGONHA PROSSEGUIU A SUA VIAGEM PARA A CASA DE ANALICE E NICOLAU QUE JÁ AGUARDAVAM ANSIOSAMENTE PELA CHEGADA DA CEGONHA TRAZENDO O PRIMEIRO BEBÊ DO CASAL. A LONGA VIAGEM DA PROTETORA CEGONHA HAVIA CHEGADO AO FIM. DONA CEGONHA COM TODA A DELICADEZA E AMOR ENTREGOU A TÃO SONHADA ENCOMENDA ESPECIAL PEDIDA AO PAPAI DO CÉU PELO CASAL QUE HÁ MUITOS ANOS DESEJAVA TER UM BEBÊ CORRENDO PRA LÁ E PRA CÁ POR TODOS OS CANTOS DA CASA. DONA CEGONHA COLOCOU A ENCOMENDA DENTRO DA CHAMINÉ E O BEBÊ ENROLADO NO PANO BRANQUINHO DESLIZOU CONFORTAVELMENTE ATÉ CHEGAR AO CHÃO.
E NOVAMENTE COMO UMA SIRENE COMEÇOU A GRITAR EM ALTO E BOM SOM:
- ENTREGA ESPECIAL PARA MAMÃE ANALICE E PAPAI NICOLAU.
CUIDADO! FRÁGIL!
PIMPOLHO A BORDO!
ANALICE E NICOLAU DERAM AO LINDO GAROTINHO O NOME DE KLAUS QUE TEM COMO SIGNIFICADO A VITÓRIA DO POVO.
ANOS DEPOIS O MENINO KLAUS CURIOSO QUIS SABER COMO HAVIA NASCIDO E FEZ A SEGUINTE PERGUNTA AOS PAIS.
- QUEM ME TROUXE AO MUNDO MEUS PAIS?
E OS PAIS COM AS MAÇAS VERMELHAS NO ROSTO RESPONDERAM AO MESMO TEMPO PARA ELE:
- FOI A DONA CEGONHA MEU FILHO!

 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 11/05/2017
Alterado em 08/05/2020
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC