Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
NO PAÍS DAS MIL E UMA NOITE HAVIA UM SULTÃO MUITO MALVADO QUE AMEDRONTAVA TODA A POPULAÇÃO DO REINO DE AGADIR COM SUAS MALDADES. VIVIAM ALI TAMBÉM SAMIRA E OMAR SENDO OS ÚNICOS A ENFRENTAR A TIRANIA DO SULTÃO JAMAL. CERTO DIA O SULTÃO ORDENOU QUE FOSSE COBRADOS MAIS IMPOSTOS DE SEUS SÚDITOS, A MAIORIA DELES ERA POBRE, MAS O SULTÃO NÃO QUERIA NEM SABER. OS SOLDADOS DO SULTÃO CHEGANDO EM UM CASEBRE HUMILDE DE PROPRIEDADE DO CAMPONÊS FARID EXIGINDO DELE O PAGAMENTO DO IMPOSTO, MAS ELE NÃO TINHA NADA PARA DAR AOS SOLDADOS QUE O LEVARAM A PRESENÇA DO SULTÃO QUE FICOU FURIOSO AO SABER QUE FARID NÃO PAGOU SUA TAXA DO IMPOSTO E MANDOU TRANCAR O POBRE CAMPONÊS NUMA CELA ENQUANTO DECIDIA O QUE FAZER COM FARID.
ENQUANTO ISSO SAMIRA E OMAR FICARAM SABENDO DA PRISÃO INJUSTA DO HUMILDE CAMPONÊS E JUNTAMENTE COM ALGUNS AMIGOS BOLARAM UM PLANO PARA LIBERTAR FARID DA PRISÃO. ERA UM PLANO DE FUGA MUITO ARRISCADO POIS O MURO DO CASTELO DO SULTÃO DE AGADIR ERA MUITO ALTO. ENTÃO OMAR TEVE A IDEIA DE DISFARÇAR SAMIRA COMO UMA ODALISCA ASSIM ERA TERIA LIVRE ACESSO AO PALÁCIO DO SULTÃO. MAIS ANTES DISSO NO PALÁCIO JAMAL, O SULTÃO MANDOU CHAMAR KAMAL, O FEITICEIRO E LHE ORDENOU QUE FIZESSE UM FEITIÇO PODEROSO CONTRA FARID POR DESOBEDECER UMA ORDEM REAL.
EM SEGUIDA TROUXERAM O POBRE FARID A PRESENÇA DO SULTÃO E DO FEITICEIRO.
E KAMAL FOI LOGO PERGUNTANDO AO POBRE CAMPONÊS.
QUAL É O SEU ÚLTIMO DESEJO CAMPONÊS?
E FARID TREMENDO DE MEDO, SUPLICOU AO FEITICEIRO.
- PELAS BARBAS DO PROFETA MAOMÉ, NÃO ME MATE.
E KAMAL COM UM SORRISO SARCÁSTICO RESPONDEU.
- QUEM DISSE QUE VOU LHE MATAR. VOU LHE DAR O DIREITO DE ESCOLHER O QUE VOCÊ QUISER.
DIGA FARID, O QUE VOCÊ DESEJA?
- EU QUERIA SER UM GÊNIO MUITO PODEROSO!
ENTÃO KAMAL RESPONDEU.
- SEJA FEITA A SUA VONTADE. KAMAL DEU PODERES A FARID E LOGO EM SEGUIDA ENGARRAFOU FARID NUMA GARRAFA.
- PRONTO PODEROSO SULTÃO, O CAMPONÊS AGORA É APENAS UM GÊNIO ENGARRAFADO.
- MUITO BEM, FEITICEIRO KAMAL, CASTIGO MUITO BEM EXECUTADO!
NESSE INSTANTE SAMIRA CHEGA AO PALÁCIO COMO ODALISCA E SE INFILTRA NO HARÉM DO SULTÃO JUNTO COM AS OUTRAS MULHERES.
SAMIRA VAI ATÉ A MASMORRA, MAS NÃO ENCONTRA FARID EM NENHUMA DAS CELAS, ENTÃO RESOLVE PERGUNTAR AO CARCEREIRO.
- EI BONITÃO! VOCÊ SABE PARA ONDE LEVARAM UM CAMPONÊS QUE FOI PRESO PELA MANHÃ POR NÃO PAGAR A TAXA DE IMPOSTO AO SULTÃO.
- OLHA, BELEZINHA! OUVI DIZER QUE ELE FOI VÍTIMA DE UM FEITIÇO E ACABOU SENDO TRANSFORMADO EM UM GÊNIO E FOI ENGARRAFADO EM UMA GARRAFA.
SAMIRA ARREGALOU OS OLHOS E SEU ROSTO TOMOU UMA EXPRESSÃO DE PÂNICO.
O OBJETIVO DE SAMIRA AGORA ERA SALVAR FARID DESSE TERRIVEL FEITIÇO E ACABAR COM AS MALDADES E ABUSOS DE PODER DO SULTÃO JAMAL, O PERVERSO.
SEM QUE A GUARDA DO SULTÃO PERCEBECESSE SAMIRA, SAIU TRANQUILAMENTE DO PALÁCIO E FOI RELATAR OS FATOS APURADOS AO SEU NAMORADO OMAR.
ELE TOMADO DE COMPAIXÃO PELA SITUAÇÃO DO CAMPONÊS FOI AO PALÁCIO COMO SOLDADO JUNTO COM SAMIRA QUE ESTAVA DE ODALISCA.
E LÁ CHEGANDO REVISTARAM TODOS OS CANTOS DO PALÁCIO E DEPOIS DE UMA LONGA PROCURA ENCONTRARAM A GARRAFA ENFEITIÇADA E COM CUIDADO ABRIRAM A ROLHA DA GARRAFA LIBERTANDO FARID,O GÊNIO.
- MUITO OBRIGADO POR ME LIBERTAR DESSA GARRAFA ESTREITA E APERTADO.
- AGORA QUE ME LIBERTARAM VOCÊS SÃO MEUS AMOS E PODEM PEDIR TRÊS DESEJOS POR DIA.
ENTÃO OMAR DISSE:
- NÃO PODEMOS PERDER TEMPO, TEMOS QUE PEGAR O SULTÃO JAMAL E KAMAL, O FEITICEIRO.
ENTÃO O GÊNIO DA GARRAFA FEZ SURGIR DO NADA UM LINDO TAPETE VOADOR E FORAM VOANDO PELO CÉU DO PAÍS DAS MIL E UMA NOITES ATÉ O PALÁCIO E ASSIM PEGARAM O FEITICEIRO E O SULTÃO DE SURPRESA.
O GÊNIO DISSE:
- AGORA TERMINA SEU REINADO DE ABUSO E MALDADE JAMAL!
E MANIPULANDO SEUS DEDOS TRANSFORMOU JAMAL EM UM CAMELO MALHADO.
KAMAL VENDO A CENA TENTOU FUGIR RAPIDAMENTE, MAS, FARID, O GÊNIO DAS MIL E UMA NOITES FOI MAIS LIGEIRO MANIPULANDO SEUS DEDOS PELA SEGUNDA VEZ E TRANSFORMANDO O CRUEL FEITICEIRO EM UM CORVO FICANDO APRISIONADOS NA PELE DESSES ANIMAIS DURANTE MUITOS SÉCULOS.
ALGUNS ANOS DEPOIS OMAR E SAMIRA SE CASARAM.
E ASSIM A PAZ E A JUSTIÇA VOLTARAM A REINAR NO REINO DE AGADIR NO DISTANTE PAÍS DAS MIL E UMA NOITES.





















 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 17/04/2017
Alterado em 08/05/2020
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC