Contos doTio-Avô
Saulo Piva Romero
Textos
NETUNO E ZÉFIRO ERAM GRANDES AMIGOS DE LONGOS ANOS. ELES NASCERAM E CRESCERAM NA REGIÃO DO MAR EGEU NA GRÉCIA. O MAR E O VENTO SEMPRE CAMINHAVAM LADO A LADO. MAS COM O PASSAR DO TEMPO, NETUNO E ZÉFIRO CONHECERAM UMA LINDA JOVEM CHAMADA SELENE, TAMBÉM CHAMADA DE LUA, DEIXANDO OS CORAÇÕES DOS DOIS AMIGOS BATENDO MAIS FORTE. ESSA DISPUTA ENTRE O MAR E O VENTO PELO AMOR DA LUA COMEÇOU A GERAR MUITAS BRIGAS E CIÚMES ENTRE OS DOIS.
ZÉFIRO COMEÇOU A PROVOCAR VÁRIOS FURAÇÕES DEIXANDO AS ÁGUAS DO MAR INTRANQUILAS. NETUNO POR SUA VEZ NÃO DEIXOU BARATO PROVOCANDO UMA TERRÍVEL E AMEAÇADORA TEMPESTADE SEGUIDA DE GRANDES MAREMOTOS. SELENE, A LUA ESTAVA MUITO DECEPCIONADA E DESILUDIDA COM A ATITUDE DO VENTO E DO MAR.,
- VOCÊS ESTÃO APAGANDO MEU BRILHO COM ESSES FURAÇÕES, MAREMOTOS E TEMPESTADES. QUANDO ISSO ACONTECE MEU BRILHO FICA TÃO FRAQUINHO QUE NEM TENHO FORÇAS PARA ILUNINAR A TERRA DURANTE A NOITE.
- A CULPA É DESSE MAR TRAIÇOEIRO QUE NÃO TIRA OS OLHOS DE VOCÊ, MINHA DEUSA! RESPONDEU ZÉFIRO COM MUITA RAIVA.
O CULPADO É VOCÊ! VENTO TOLO E ARROGANTE!
- VOCÊS, PAREM DE BRIGAR! PORQUE EU NÃO POSSO NAMORAR NEM COM O MAR E NEM COM O VENTO, JÁ ESTOU COMPROMETIDA COM HÉLIOS.
- QUEM ESSE HÉLIOS PENSA QUE É? PARA CORTEJAR MINHA AMADA LUA! RETRUCOU ZÉFIRO.
E SELENE, A LUA RESPONDEU: É O SOL.
VOCÊ OUVIU ISSO NETUNO!?
- SIM... ZÉFIRO, CABEÇA DE VENTO.
- MAS NÃO QUERO SABER MAIS NADA. E SUMA DA DAQUI! ANTES QUE ME IRRITE E PROVOQUE UMA CATÁSTROFE NESSE LUGAR.
MAS ZÉFIRO ERA MUITO FORTE E PROVOCOU UM REDEMOINHO SEQUESTRANDO A LUA.
E COM ESSE ATO ZÉFIRO FEZ COM QUE SÓ EXISTISSE A MANHÃ E COM O DESAPARECIMENTO DA LUA NÃO HAVIA MAIS NOITE NEM LUAR.
NETUNO FICOU MUITO REVOLTADO COM A ARTIMANHA DE ZÉFIRO. E FOI CONVERSAR COM O SOL.
- HÉLIOS, VOCÊ TEVE SUA NAMORADA, SEQUESTRADA E FICA AI PARADO?
- VOCÊ TEM RAZÃO, NETUNO, MESTRE DOS MARES.
E LÁ FOI O SOL CHEIO DE RAIVA INCENTIVADO PELO SENTIMENTO DE VINGANÇA DO MAR.
E QUANDO ENCONTROU O VENTO LANÇOU SOBRE ELE RAIOS FERVENTES COM ONDAS DE MUITO CALOR FAZENDO O VENTO PARAR.
- UM TERRÍVEL CALOR TOMOU CONTA DE TODA A TERRA E SUFOCANDO TODAS AS CRIATURAS TERRENAS.
DEPOIS DISSO RESGATOU O LUA QUE ESTAVA PRESA DENTRO DE UMA BOLHA DE AR QUE COM O EFEITO DE CALOR ACABOU ROMPENDO -SE.
COMO EFEITO DA BRIGA ENTRE O MAR E O VENTO PELO AMOR DA LUA E COM A FALTA DE AR PELO AQUECIMENTO EXCESSIVO DOS RAIOS DE SOL, PROVOCADO PELA IRA DE HÉLIOS. AGORA TODAS AS BARQUINHAS DE PESCADORES QUE OUSAVAM ENTRAR NO MAR VIRAVAM.
MAS UM DIA ZEUS NA SUA INFINITA SABEDORIA RESOLVEU DAR UM FIM NESSA BRIGA TOLA ENTRE O MAR E O VENTO. ELE FEZ O VENTO NOVAMENTE SOPRAR ARES BEM FRESQUINHOS E REFRESCANTES E ORDENOU AO MAR QUE ELE DEIXASSE AS BARQUINHAS PASSAREM SEM PROBLEMAS E SELASSE NOVAMENTE A PAZ E A AMIZADE ENTRE MAR E VENTO PARA DEVOLVER A HARMONIA DA TERRA CONTEMPLANDO A LUZ DO SOL E O BRILHO DA LUA.
 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 11/04/2017
Alterado em 08/05/2020
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
AfrikaansAlbanianArabicEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Copyright © 2017-2020. Contos do Tio-Avô. Todos os direitos dos textos reservados a Saulo Piva Romero  
 
* As imagens do site são sem fins lucrativos.
São de propriedade da Google LLC